Trote Solidário da FAEX beneficia instituições de toda a região

18/05/2016

O Trote Solidário da FAEX 2016 foi uma ação que contou com a participação de todos os CALOUROS dos cursos de graduação da FAEX. Com o tema “Fazendo a diferença com responsabilidade social”, este ano, a ação beneficiou diversas instituições através de ações sociais, educacionais, culturais e ambientais.

Como diferencial, este ano, todas as turmas obrigatoriamente tiveram que trabalhar a conscientização ao COMBATE DO AEDES AEGYPTI, estas ações também foram documentadas com filmagem e fotos.

Como previsto no regulamento, cada equipe participante do Trote Solidário 2016 enviou para o Departamento de Marketing da FAEX os vídeos e fotos que registraram a ação solidária.  O material recebido foi avaliado pela Diretora Geral e pelos coordenadores dos cursos de graduação da FAEX que ficaram orgulhosos com os resultados das ações beneficentes promovidas. Para todo material apresentado foram feitas observações pela direção e coordenadores que vão fazer a devolutiva para os seus alunos.

O Departamento de Marketing, irá fazer uma triagem dos vídeos e fotos e postar em sua página no facebook. Os coordenadores deram como válidas todas as ações promovidas e, portanto, todos os alunos, de todas as turmas, poderão contar com a bonificação estipulada no regulamento do Trote Solidário.

Entre os temas ambiental, cultural, educacional e social se destacaram as turmas de Gestão de Recursos Humanos, Engenharia de Produção e Mecatrônica Matutino. Outro trabalho de destaque foi a ação contra o AEDES AEGYPTI da turma de Engenharia Civil.

RESUMO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS NO TROTE SOLIDÁRIO FAEX 2016

Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Os calouros do curso além de trabalharem a questão da dengue com a distribuição de materiais nas ruas de cidades da região trabalharam o tema ambiental. Assim aliaram o tema distribuindo sementes de Crotalária, assim chamada a planta que pode ser cultivada em quintais pequenos, vegetal que atrai uma libélula que é predadora do mosquito.
 
Administração: Os futuros administradores que receberam a tarefa de realizar uma ação ambiental beneficiaram ao CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) de Extrema. No local fizeram plantio de mudas, entregaram produtos feitos com materiais descartáveis. Os alunos foram além da questão designada e junto aos gestores da instituição organizaram um belo café da manhã e participaram do dia da música. Cabe aqui destacar o primoroso relatório apresentado pela turma, com as informações completas tudo muito bem organizado. Em relação a dengue participaram do mutirão promovido pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais pela cidade.
 
Ciências Contábeis: Os calouros do curso trabalharam o tema cultural junto ao Asilo São Vicente de Paulo da cidade de Extrema MG. A ação cultural contou com atividade musicais junto aos assistidos pela instituição. Sobre a dengue também trabalharam no mutirão organizado pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais e identificando focos do mosquito.
 

Direito: O tema abordado para o trote foi o educacional. Assim os alunos movimentaram a doação de livros por toda a sala, onde no total foram arrecadados 200 livros infantis. A instituição beneficiada foi a APAE, Associação Pais e Amigos dos Excepcionais de Cambuí – MG. No dia da entrega os alunos foram recebidos pela direção e por parte dos alunos da instituição. Em relação ao combate ao AEDES AEGYPTI os alunos identificaram possíveis focos e encaminharam a vigilância sanitária.

Engenharia Civil: Os futuros engenheiros tiveram como tema uma ação educacional, assim os alunos optaram por beneficiar Projeto Arco Íris (Cidade de Extrema – MG) que atende crianças entre 6 e 12 anos, em contra turno escolar, a estrutura atende hoje 40 crianças no turno matutino e 40 no turno vespertino. Os calouros organizaram a sala e cada aluno doou um kit composto por: folhas de sulfite, livros infantis e canetas, colas, lápis de cor, entre outros. A ação contra o AEDES AEGYPTI foi mencionada como destaque pelo grau de envolvimento e comprometimento da turma que puseram a mão na massa e fizeram uma verdadeira limpeza dos focos do mosquito no sítio Recanto São Francisco em Extrema MG.

Engenharia de Controle e Automação: Os calouros do curso fizeram uma ação ambiental, nesta ação os alunos promoveram plantio de árvores e fizeram a distribuição de material de conscientização sobre recursos hídricos. As orientação e materiais para ação foram obtidos junto aos gestores do projeto conservador das águas de Extrema. Em relação a ação contra o AEDES AEGYPTI os alunos do curso também participaram do mutirão promovido pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais pela cidade e identificando possíveis focos do mosquito.

Engenharia de Produção: Com o tem cultural os alunos de Engenharia de Produção se destacaram pela originalidade. A ação foi feita junto a instituição AIN KARIN um lar temporário para crianças cuja a guarda está sob trâmites judiciais, a instituição está localizada no bairro dos Forjos em Extrema. A turma preparou um delicioso café para todas as crianças assistidas pela instituição além de várias atividades. O foco cultural se deu por algumas apresentações de “PANTOMIMA” um teatro gestual, destaque também para atividade de pintura cujo o tema foi a releitura do artista brasileiro Romero Britto. Em relação a ação contra o AEDES AEGYPTI os alunos do curso também participaram do mutirão promovido pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais pela cidade.

Gestão de Recursos Humanos: A ação realizada pelo curso de Gestão de Recursos Humanos aconteceu na cidade de Itapeva, na zona rural da cidade os alunos escolheram a Clínica de Reabilitação Sul – Méd, para realizar uma ação educacional. Hoje a clínica cuida de 24 pacientes. Os alunos promoveram uma palestra motivacional, gincanas e um teatro falando da importância da leitura, bem como movimentaram uma arrecadação de livros que irá compor a nova biblioteca da instituição. Após as atividades os alunos registraram depoimentos dos internos que demonstraram emoção e gratidão pela ação realizada. O trabalho contra a dengue foi realizada no Educandário primeiros passos, no qual se trabalho a conscientização dos mais de 100 alunos que aprenderam a como combater os focos do mosquito AEDES AEGYPTI.

Logística: A turma do primeiro semestre de Logística escolheu a instituição Resgate para efetuar uma ação educacional. Assim foi feita a arrecadação de livros. Mas a turma também partiu para o social arrecadando alimentos não perecíveis e agasalhos. Na instituição vivem em média 26 homens. A instituição é voltada para a reabilitação de dependentes químicos. A ação contra a dengue foi feita no mesmo local, aonde se identificou uma piscina que havia a possibilidade de proliferação do mosquito AEDES AEGYPTI, a vigilância foi avisada e visitou o local para eliminar o foco.

Mecatrônica Matutino: A turma de futuros mecatrônicos realizou a ação ambiental, junto a secretaria de meio ambiente de Extrema. A ação comtemplou uma visita ao projeto conservador das águas lá os alunos receberam uma palestra e após partiram para ação. Fazer um plantio de árvores em um local previamente preparado. Em relação a ação contra o AEDES AEGYPTI os alunos do curso também participaram do mutirão promovido pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais pela cidade.

Mecatrônica Noturno: Os alunos do primeiro semestre de Mecatrônica período noturno trabalhou uma ação social junto ao Asilo São Vicente de Paulo da cidade de Extrema. Foram arrecadados alimentos, roupas e fraldas. Entre as doações 100 litros de leite, 250 fraldas geriátricas, 4 cestas básicas além de torradas e panetones. Em relação a ação contra o AEDES AEGYPTI os alunos do curso também participaram do mutirão promovido pela prefeitura de Extrema distribuindo materiais pela cidade e identificando possíveis focos do mosquito.

Imagens

Comentários