faex@faex.edu.br   (35) 3435-3988  

O que é a Certificação Green Belt?

16/11/2020

Antes de conhecer tudo sobre Green Belt e a importância que essa certificação irá fazer em sua vida, você precisa entender o que é o chamado Lean Six Sigma, ou Seis Sigma. Essa metodologia de produção surgiu há muitos anos e desde então ganhou total foco na grande maioria das empresas. Isso porque seu objetivo principal é diretamente ligado ao ganho de produtividade e, consequentemente, aumento de lucros.
Diminuir custos de produção, enxugar processos e o uso de ferramentas estatísticas para monitoramento e controle da qualidade formam a base dessa metodologia, que é dividida em cinco etapas.
Num primeiro momento, a DEFINIÇÃO do que se espera do projeto. Em seguida, a MEDIÇÃO dos dados a respeito, passando pela fase de ANÁLISE, quando identificamos as principais causas geradoras de problemas, pela MELHORIA (ao propormos soluções para os problemas) e finalmente pelo CONTROLE, que é o momento de monitorarmos os resultados alcançados.
É importante ressaltar que a metodologia Seis Sigma vem evoluindo a todo momento, sempre em busca da melhoria da produtividade.
E o que tudo isso tem a ver com o Green Belt?
Pois bem, dentro de todas as metodologias propostas pelo Seis Sigma, certamente o Green Belt é uma das principais certificações. E por quê? Porque possibilita ao profissional transformar uma grande quantidade de dados em informações muito valiosas para a empresa. Esses dados, ao serem analisados, oferecem à empresa ferramentas para a otimização de seus processos e, consequentemente, a solução dos problemas. Eliminam-se desperdícios, desconexões e qualquer tipo de obstáculo durante todo o processo de produção.
Um profissional com certificação Green Belt acaba se tornando uma referência em solução de problemas. E que empresa não quer em seu quadro um funcionário com essas capacidades?
Um especialista em melhorias irá gerar valor para seu cliente, trazendo mudanças para a organização de forma clara e bem definida. Todo o resultado de seu trabalho passa a ser extremamente técnico, pois é respaldado por indicadores e números.
Possuir uma certificação Green Belt é basicamente dominar a arte de enxergar e entender processos e dados. Com isso, você se torna um profissional diferenciado e imprescindível para qualquer organização, afinal a busca por melhorias contínuas é uma necessidade de toda empresa.
Essa melhoria contínua se dá através de dois caminhos: dados e processos. Pelo primeiro, o profissional será capaz de captar e analisar dados, com precisão e técnica, de forma a não deixar margem para nenhum aspecto de “achismo”. Fazendo isso tudo tem base científica e a possibilidade de erros é praticamente zerada.
Pelo caminho dos processos, a certificação Green Belt oferece a técnica necessária para transformar as organizações em processos. Dessa forma, esses processos passam a ser todas as atividades relacionadas à produção de insumos, bens ou serviços. Aplicando os dados coletados aos processos instituídos, agrega-se imediatamente valor às organizações, gerando melhorias visíveis e perceptíveis.
Portanto, se você tem a intenção de se tornar um profissional diferenciado e que será necessário, útil e – até mesmo, insubstituível, propor-se o desafio de uma certificação Green Belt é certamente a aposta certa.
Agora pense num relógio. Qual a sua função principal, senão marcar as horas? Todas suas engrenagens e mecanismos estão ali voltados exatamente para isso. É assim que as empresas funcionam. Ao invés de enxergamos as corporações como um aglomerado de pessoas, passamos a vê-las como um conjunto de processos com um objetivo em comum.
Esse comparativo é a chamada “visão sistêmica”. É observar como cada parte de uma organização atua e se correlaciona, permitindo que esse sistema cumpra suas funções.
A certificação Green Belt entende a melhoria contínua como uma necessidade estratégica, através do domínio de técnicas e criando uma estrutura favorável para que essa melhoria aconteça de fato. Para isso, precisamos de três coisas: saber o que melhorar; se as mudanças propostas trazem essas melhorias; e quais mudanças podem ser feitas.
Se Henri Ford, no início do século XX, revolucionou os sistemas produtivos ao propor e implantar técnicas até então não usuais nos processos industriais, você pode fazer o mesmo em pleno ano 2020 e se tornar um especialista em soluções.
Quer saber mais sobre o Green Belt? Acesse o endereço abaixo e inscreva-se para nosso novo curso!

https://conteudo.faex.edu.br/greenbelt

Imagens